Jackson Follmann recebe alta do hospital

24/01/2017 - 13:53

Foto: Nelson Almeida/AFP

Por: Stefani Couto

Jackson Follmann recebeu alta nesta terça-feira depois de 50 dias da terrível tragédia com o voo da Chapecoense, o jogador foi o sobrevivente que ficou mais tempo no hospital. No último sábado (21), o atleta de 24 anos, esteve presente no amistoso entre Chapecoense x Palmeiras, na Arena Condá, foi ele que ergueu a taça da Copa Sul-Americana de 2016, juntamente com Neto e Alan. Follmann deu uma coletiva ainda no hospital e comentou sobre ter recebido alta e como se sente em poder voltar para casa.

“Enfim chegou o grande dia, mais uma etapa concluída. Estou dando alta no hospital, estou muito feliz. Saiu com o coração um pouco apertado, pois grandes amigos que vou levar para vida toda. Sei dos cuidados que tiveram comigo aqui e estou muito motivado. Saiu muito feliz, muito forte, praticamente curado de tudo. Agora vamos para São Paulo, protetizar e tocar minha vida. A primeira coisa que eu quero fazer é comer um churrasco. Brincadeiras à parte, eu quero primeiro é sair, respirar o ar lá fora, o carinho, senti um pouco isso no sábado e me fez muita falta. Quero estar com minha família, curtir um pouco com eles."

Follmann comentou sobre a proporção do acidente e disse que não imaginava todo o carinho que as pessoas tiveram e ainda tem com os sobreviventes e principamente com as famílias que perderam seus parentes.

“Não sabia da grandeza de tudo se tornou, até por estar fechado em hospitais. Tu vê por notícias é uma coisa... Quero ir lá fora e sentir o carinho. A pessoa te abraçar e chorar. Sei que sou fonte de inspiração e fico feliz por isso."

Na próxima quarta-feira, acontecerá o Jogo da Amizade entre Brasil x Colômbia, com o intuito de arrecadar dinheiro para as famílias das vítimas, o goleiro Follmann falou sobre essa iniciativa dos países.

"Representa muito Não queria que fosse dessa forma, perdi amigos, irmãos, mas será único. Vou aproveitar da melhor forma. Sentir o carinho, calor das pessoas. Isso vai ser muito bom para mim, me deixará feliz."

O goleiro ainda disse que pretende retonar para a Chapecoense e ajudar no crescimento da equipe.

"É minha vontade, sim. Foi quem me abriu as portas, é minha segunda casa. Quero coisas grandes no clube. Tenho que certeza que com minha força de vontade vou ser muito feliz. Vou buscar me aprimorar, conhecer. Agora, é o momento de aprendizado. Na Chape, estarei dentro do esporte. Quero crescer, ser grande junto com a Chapecoense sempre. Se Deus me permitir, levá-la nesse mundo afora."

CCFnas redes sociais