Botafogo bate o Atlético Nacional, e esta nas Oitavas de final da Libertadores

19/05/2017 - 14:23

Depois de um tropeço em casa que causou desconfiança no torcedor, o Botafogo voltou a fazer uma grande partida no Estádio Nilton Santos. Venceu novamente e eliminou o atual campeão da maior competição da América.  A classificação antecipada mostrou que o Alvinegro pode superar seus próprios erros e defeitos e ir muito longe na Libertadores. Após superar o "grupo da morte", o Fogão chega ao mata-mata com a bagagem de já ter eliminado, nessa edição, os outrora vencedores Olimpia, Colo-Colo, Atlético Nacional e Estudiantes - um verdadeiro exterminador de campeões. 

No inicio do jogo, o nervosismo tomou conta do Alvinegro, que teve chances excelentes e foram desperdiçadas. A principal foi com dois minutos de jogo, quando Pimpão deu belo passe e Camilo ajeitou para Roger, que, sem goleiro, chutou na trave. A partir daí, o jogo ficou apertado, tenso, apesar de o Botafogo ter uma postura melhor e levado mais perigo.

Depois do intervalo, o que parecia ser um segundo tempo destinado a ter a mesma pegada, teve sua história alterada em cinco minutos. Pela primeira vez, uma retomada de bola foi seguida por uma jogada combinada, em toques rápidos. Rodrigo Lindoso achou Pimpão: Botafogo 1 a 0. A partir dali, o time recuou e sofreu uma pressão desnecessária.

Obrigado a fazer dois gols, o Atlético Nacional partiu para o desespero, sem levar perigo. Se ainda sofria com muitas jogadas ao redor de sua área, como no lance em que Bocanegra chutou com perigo, ou numa finalização de Quiñones, o Botafogo agora tinha também o contragolpe, conseguia respirar. Aos 31 minutos, o Alvinegro perdeu uma chance clara para ampliar a vantagem com Guilherme, após contra-ataque puxado por Gatito. O atacante preferiu driblar o goleiro e acabou perdendo. O Atlético ainda insistiu, mas de nada adiantou. 

O Botafogo agora joga contra o Estudiantes, na Argentina, no próximo dia 25. Com a classificação garantida, o Botafogo só briga pela liderança do grupo, que no momento é ocupada pelo Barcelona nos critérios de desempate.

Botafogo 1 x 0 Atlético Nacional

Botafogo: Gatito Fernández, Emerson Santos, Joel Carli, Igor Rabello, e Victor Luís; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, João Paulo e Camilo (Dudu Cearense); Rodrigo Pimpão (Gílson) e Roger (Guilherme).

Atlético Nacional: Armani, Bocanegra, Carlos Cuesta, Alexis Henríquez e Farid Díaz; Aldo Ramírez (Luis Ruíz), Diego Arias, Macnelly Torres e Ibargüen; Rodin Quiñónes (Nieto) e Dayro Moreno.

Gol: 2T: Rodrigo Pimpão, aos 5m.

Juiz: Victor Carrillo (Peru).

Cartões amarelos: Alexis Henríquez e Rodrigo Pimpão.

Público pagante: 30.813 (33.317 presentes).

Renda: R$ 1.252.810.

Local: Estádio Nilton Santos (Engenhão).


 

CCFnas redes sociais